Empresa de Limpeza Comercial Empresa de Limpeza de Escritórios Empresa de limpeza e conservação Facility Management Facility Manager Limpeza Comercial e Residêncial

Qual é a função de um facílity manager

Gostou da matéria? confira as principais tendências e inovações em facility management!

O “facility manager” (gerente de recursos prediais), começa a ganhar espaço no mercado de trabalho brasileiro.

A gestão de edifícios constitui um campo interdisciplinar que se ocupa da coordenação de espaços, infraestruturas, pessoas e organizações, frequentemente associado a funções relacionadas com a gestão da prestação de serviços gerais a instalações, tais como edifícios de escritórios, estádios, escolas, centros de congressos, centros comerciais, hospitais, hoteis, etc..

Como melhorar os custos de manutenção do escritório?


“‘Facility’, em português, significa instalação, e ‘manager’, gerente. Por isso ele é encarregado de gerenciar desde o papel higiênico que está sendo usado na filial de São Paulo, até a instalação de uma agência na região Norte do país.”

“Para solucionar os problemas de sua empresa da maneira mais rápida possível, o ‘facility manager’ conta com um banco de dados mundial e alguns softwares específicos para a área, como ‘Archbus’, ‘Giza’ e ‘Facilities Wizard’.”
Esse profissional deve pensar em tudo não só a curto, mas também a médio e longo prazos. Sua função pode ser melhor entendida tomando como exemplo um projeto: a mudança de uma empresa de um determinado local para outro.
É preciso analisar três áreas principais: a empresa, o usuário e o mercado. É também conhecer o fluxo do projeto do início ao fim.
Por meio de softwares, faz-se uma radiografia do organograma (quadro que indica a divisão e distribuição de cargos) da empresa.
Daí, analisa-se a distribuição do espaço físico atual e cria-se várias hipóteses de novas distribuições -que sejam preferencialmente melhores do que as atuais.
Parte-se então para o orçamento e a negociação de equipamentos e materiais necessários. Sem esquecer de levantar eventuais problemas, apresenta-se o projeto final.
“É bom que fique claro que não foram esmiuçados detalhes como as partes elétrica, hidráulica, arquitetônica e até ergonômica.”

A gestão operacional dos edifícios

A equipe de gestão de facilidades de uma organização tem a responsabilidade de assegurar a operação diária dos edifícios, quer através do emprego de pessoal próprio contratado, quer através da terceirização. Devido à urgência das respostas solicitadas em muitas das atividades sob a sua gestão, o gestor de facilidades terá que ter um controle apertado sobre as mesmas, frequentemente solicitando relatórios diários e estabelecendo procedimentos de escalada das questões não resolvidas.

Exemplos de atividades diárias desempenhadas pelos gestores de facilidades são o controle da qualidade da limpeza do edifício, a supervisão das equipes de manutenção, o levantamento de problemas de conservação do edifício, a análise dos relatórios de segurança, a aprovação de faturas de prestadores de serviços e a redação de relatórios operacionais.

Como começar a redução de despesas com a easyQasa


O departamento de gestão de facilidades inclui frequentemente um balcão de assistência (help desk), encarregue da gestão de grande parte dos pedidos e problemas reportados pelos funcionários da organização. Normalmente, o balcão de assistência pode ser contactado pelos funcionários através de correio eletrónico, telefone ou sistema informático dedicado, recebendo os seus pedidos e reencaminhando-os para os responsáveis adequados. Os problemas reportados pelos funcionários podem ir de situações complexas, que põem em causa a operação da organização, a questões muito simples como luzes que não acendem, fotocopiadoras encravadas ou derrames de café no chão. O balcão de assistência pode ser usado também para a marcação de salas de reuniões, lugares de estacionamento automóvel e diversos outros serviços, mas isto depende de como está organizado o departamento de facilidades. Ocasionalmente, podem existir dois balcões de assistência distintos, um lidando com os serviços leves (soft services) – tais como a recepção, correio e limpeza – e o outro lidando com os serviços pesados (hard services) – incluindo os serviços elétricos e mecânicos.

Saiba o que pesquisar sobre empresas que oferecem serviços de limpeza?

A equipe de gestão de facilidades irá periodicamente renegociar os contratos como os seus prestadores de serviços terceirizados ou consultar o mercado em busca de novos, de modo a garantir que está a pagar o valor adequado pelos serviços que está a receber. Para tal, será necessária a existência da listagem de equipamentos e ativos a manter ou a descrição exata dos serviços a realizar, para serem enviadas a prestadores de serviços e receberem, destes, propostas baseadas nos pressupostos corretos. A listagem de ativos é também uma ferramenta importante para a o cálculo dos custos de ciclo de vida e para a previsão dos investimentos a ser realizados em capital.

Os serviços de facilidades

Os serviços coordenados e supervisionados pelas equipas de gestão de facilidades são referidos por “serviços de facilidades” (tradução literal do termo inglês “facilities services” ou “FS”) ou por “serviços integrados de facilidades” (“integrated facilities services” ou “IFS” em inglês).

Em termos de complexidade, estes serviços são normalmente divididos em hard services (literalmente “serviços rígidos”) e soft services (literalmente “serviços macios”). Nos primeiros estão incluídos os serviços de maior complexidade técnica, tais como o projeto de instalações e a manutenção de instalações críticas (centros de dados, postos de transformação, geradores de energia e outros). Nos segundos, incluem-se serviços mais correntes e de menor complexidade, tais como a limpeza diária e as pequenas reparações.

Em termos de tipologia, os serviços de facilidades são frequentemente divididos em serviços ao cliente, serviços de gestão energética e sustentabilidade, serviços de engenharia e serviços gerais de facilidades.

1) Serviços ao cliente
Os serviços ao cliente (tradução do inglês “client services”) são os serviços de suporte interno aos departamentos e funcionários de uma organização (clientes internos), que se destinam a facilitar a realização das suas atividades principais e a garantir o seu bem estar no espaço de trabalho. Entre estes serviços estão os de arquivo (arquivamento e destruição de documentos confidenciais), restauração e fornecimento de alimentos, hospitalidade (gestão de salas de reuniões, atendimento e gestão de ginásios para funcionários), correio, reprografia e gestão da segurança e saúde ocupacionais.

Faça um orçamento de limpeza comercial!

2) Serviços de gestão energética
Os serviços de gestão energética (energy management em inglês) destinam-se a gerir os consumos de energia e água da organização, com o objetivo de reduzir os seus custos com estas áreas e a contribuir para a sua política de sustentabilidade ambiental. Frequentemente, estes serviços ocupam-se também da gestão da produção de resíduos por parte da organização.

3) Serviços de engenharia
Os serviços de engenharia (engineering services em inglês) incluem normalmente os serviços rígidos (hard services) na área da manutenção técnica das instalações e a realização de projetos técnicos. Entre eles inclui-se a manutenção de sistemas críticos para o funcionamento das instalações e a operação da organização. Este tipo de serviço é normalmente assegurado por pessoal técnico altamente especializado como engenheiros e arquitetos.

Veja os serviços que a eQ oferece!

4) Serviços de operações de edifício
Os serviços de operações de edifício (building operations) – também referidos como “serviços de facilidades (facility services)” em sentido restrito – incluem os serviços macios (soft services) de conservação dos espaços e equipamentos da organização. Entre eles estão a manutenção preventiva e pequenas reparações, a limpeza dos espaços, o serviço de informações e encaminhamento de pedidos, a segurança e o serviço de mudanças.

Gostou da matéria? confira as principais tendências e inovações em facility management!

Encontrar maneiras de melhorar a eficiência do seu negócio é contribuir para melhor desempenho no serviço otimizando tempo e reduzindo custos. Por meio da contratação da Gestão de Facilities, a organização pode reduzir seu envolvimento em treinamentos, despesas de funcionários e diminuir os riscos operacionais. Além do mais, com o auxílio da tecnologia como a plataforma da easyQasa,  os processos se tornam ainda mais simples e organizados por meio da facilidade de uso e a capacidade de múltiplos usuários acessarem o software.

Bom, já podemos associar que para melhorar os custos de manutenção do escritório é necessário atrelar diversos hábitos e ter sempre como parceira, uma empresa que te ajuda a encontrar serviços de limpeza. Dessa forma, entre em contato com a easyQasa e veja como podemos te ajudar através de planos de assinatura que com certeza cabem no orçamento da empresa.

Contrate uma limpeza comercial aqui!

4 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s