Gestão da Empresa Gestão de Custos gestão de facilities Gestão de Franquia Gestão de RH Gestão do Restaurante Gestão Rede de Varejo Limpeza Comercial e Residêncial Limpeza loja de shopping

Natal Chegando: 10 dicas para organizar sua loja e vender!

Bom, nenhum consumidor vai entrar no seu estabelecimento se você não fizer esforços para atraí-lo, concorda? Por isso, é preciso se preparar, treinar os seus vendedores, montar uma vitrine convidativa, fazer um estudo sobre o público-alvo e muitas outras ações!

Você pode ter interesse em 10 dicas de limpeza e organização do escritório. Confira!

Se quiser saber mais detalhes sobre o assunto, continue conosco! Neste post, vamos listar 10 dicas para você organizar a sua loja e conseguir ótimos resultados de vendas. Vamos lá?

1. Comece pela vitrine

O primeiro contato que um cliente tem com a sua loja é a vitrine. Portanto, é por ela que você deve começar a organização. Uma vitrine muito apagada pode passar batida para quem está naquela correria de final de ano. Por outro lado, um espaço com muitas informações, cores e produtos pode transmitir uma imagem de bagunça.

Manutenção de Ar Condicionado na empresa, tudo o que você precisa saber! Confira

A vitrine deve ter informações e produtos na medida certa. Coloque em evidência aqueles itens que, potencialmente, servem como presentes de Natal, por exemplo.

Faça uma decoração que remeta a essa época do ano, mas cuidado com os exageros: o Natal já é uma época de extravagâncias em termos de cores e elementos. Não tente mostrar que você tem mais adereços do que o seu concorrente.

Saiba como montar um roteiro de limpeza na empresa!

Além disso, inclua informações sobre as promoções que estão sendo feitas na sua loja junto aos produtos aos quais elas se referem. Para ajudá-lo a criar uma vitrine incrível, reunimos algumas dicas. Confira:

 

1.1. Pense previamente no espaço disponível

Muitos lojistas acreditam que quanto maior o número de produtos expostos, melhor. Se é o seu caso, saiba que essa técnica não é nem um pouco eficaz. Dependendo do tamanho da vitrine, ela pode passar uma imagem de bagunça ao consumidor.

5 motivos para terceirizar o serviço de limpeza na empresa! Confira!

Por isso, não queira mostrar tudo o que você vende ao mesmo tempo. Analise o espaço disponível e separe alguns produtos (por categorias ou estilos) que você julga serem atrativos. Lembre-se de que o ideal é criar um ambiente limpo e visualmente bonito.

1.2. Renove as suas placas

Placas anunciando promoções, condições especiais de pagamento e lançamentos são sempre boas opções. Entretanto, é preciso trocá-las periodicamente. Caso contrário, as pessoas que passam constantemente em frente a sua loja vão reparar, colocando a sua credibilidade em risco.

eQ! Pode lhe ajudar a organizar e planejar a mudança da sua empresa!

1.3. Tenha cuidado com a iluminação

De nada adiantar criar uma vitrine bonita se a iluminação não for adequada. Assim, o ideal é instalar luzes fluorescentes (de preferência as do tipo LED, que gastam menos energia) para que as pessoas possam ver o que você está vendendo com perfeição.

Como fazer o calculo de rescisão corretamente?

As lâmpadas quentes (refletoras, dicroicas e halógenas) também podem ser utilizadas em vitrines, desde que sejam colocadas a uma distância de 1 a 3 metros uma da outra. Vale ressaltar, entretanto, que esse tipo de iluminação costuma consumir mais energia.

1.4. ​Mantenha a vitrine sempre limpa

Assim como a iluminação, a limpeza é a responsável por transmitir (ou não) credibilidade a um empreendimento. Afinal, um local sujo certamente passará uma má impressão, concorda?

Desse modo, é necessário ter um funcionário responsável pela limpeza, atualização e conservação da vitrine. O ideal é que, todos os dias, uma pessoa passe um pano nos produtos, nos vidros e no chão do local. Especialmente em uma loja de móveis, o cuidado deve ser redobrado, já que os mobiliários costumam acumular muita poeira.

Como melhorar o ambiente de trabalho? Confira!

Além disso, também é importante repaginar a vitrine periodicamente. O ideal é que todos os dias ao menos um item seja retirado a fim de acrescentar outro.

2. Capriche na decoração da loja

Depois de cuidar da sua vitrine, é hora de caprichar no interior da loja. E aqui vale o mesmo conselho: cuidado com os excessos, mas também não seja comedido demais. É muito importante que a sua loja seja bem-iluminada e que tenha um bom sistema de refrigeração para que os clientes se sintam confortáveis.

download

Tenha muita atenção, também, ao volume de produtos que você vai dispor no interior da loja. Cuidado para não tornar a circulação do cliente um desafio, com pessoas batendo umas nas outras ou esbarrando nos móveis. Lembre-se: no final do ano, a tendência é que a loja fique mais movimentada. Pelo menos é o seu desejo, não é mesmo?

3. Tenha cuidado com a música ambiente

Você pode disponibilizar uma música para o cliente no interior da loja, mas tome cuidado com o volume e com o tipo de canção. O ambiente da sua loja deve ser convidativo para que o cliente sinta vontade de permanecer mais tempo lá dentro, escolhendo com calma os produtos que vai adquirir.

Como diminuir o absentismo na empresa? Confira as dicas!

Locais com música muito alta tendem a ser desagradáveis. Com ritmos pesados então, pior ainda. O cliente tende a sair correndo da sua loja por não conseguir a tranquilidade necessária para fazer as suas compras.

4. Distribua os produtos corretamente ao organizar uma loja

A disposição dos produtos no interior da sua loja pode ser uma ótima arma para potencializar as vendas. Uma primeira dica é não esconder as promoções.

Se você prometeu algo na sua vitrine, tenha a certeza de que aquele produto está disponível em estoque, e deixe-o em primeiro plano na loja. É muito desagradável quando o cliente entra no estabelecimento atraído por uma oferta e acaba descobrindo que comprar aquele produto é uma tarefa dificílima.

Como substituir o funcionário de limpeza no período de férias? 

Outra dica é dispor produtos complementares um ao lado do outro. Se você tem uma loja de móveis, deve colocar os itens de quarto todos no mesmo ambiente. Assim, se o cliente for comprar uma cama, ele pode resolver comprar também uma mesinha de cabeceira.

Você também pode aproveitar o espaço dos caixas para dispor produtos de última hora, que não são foco do cliente, mas que ele pode se sentir atraído a comprar no último momento. Um bom exemplo, nesse caso, são os cartões de Natal, que poderão acompanhar o presente que ele acabou de adquirir na sua loja.

5. Estabeleça uma “zona quente” para o seu negócio

Todo estabelecimento tem as chamadas “zonas quentes” e “zonas frias”. As primeiras referem-se às áreas da loja que são rapidamente percebidas pelo consumidor. Já as segundas são os espaços menos frequentados. Resumindo:

  • zona quente: é o local onde o consumidor costuma ir primeiro. Geralmente, está localizada à direita da entrada da loja;
  • zona fria: são as áreas que o consumidor geralmente não percorre ou não percebe.

Saber onde estão esses pontos no seu estabelecimento é primordial para fazer uma distribuição correta dos produtos. Se você ainda não sabe onde é a área quente do seu negócio, comece a observar o local que os clientes olham primeiro, logo na entrada. Além disso, perceba qual é o caminho que eles costumam percorrer e qual é o menos frequentado.

Por que você deveria contratar uma empresa terceirizada de limpeza?

Feito isso, distribua nas “áreas quentes” os lançamentos e os produtos de destaque ou com boa margem de lucro. Nesse momento, não se esqueça de deixá-los na altura dos olhos e acessíveis às mãos do consumidor. Já nas “áreas frias”, coloque itens menos importantes.

Lembre-se de que, geralmente, o espaço mais frequentado de uma loja está localizado ao lado direito. Entretanto, isso pode variar, dependendo do ponto focal do espaço. A seguir, vamos contar mais detalhes sobre esse recurso.

5.1. Ponto focal

Se você deseja que todos os espaços da sua loja sejam igualmente movimentados, uma solução simples é a criação de um ponto focal. Trata-se da elaboração de um centro de interesse com o objetivo de dar mais visibilidade para produtos específicos.

O ponto focal deve estar localizado no meio da loja e conter mesões ou gôndolas que chamem a atenção. Dependendo do tipo de produto vendido, esses objetos são dispensáveis. Em uma loja de móveis, por exemplo, você pode colocar itens luxuosos, lançamentos e outros produtos impactantes para instigar a curiosidade do consumidor.

Terceirizar serviços aumenta a sua produtividade! Confira a matéria.

Com um centro de interesse, o cliente tende a mudar a sua rota, transitando por todas as zonas da loja — e, consequentemente, tendo contato com diversos produtos disponíveis. Dependendo do tamanho do comércio, é possível criar mais de um ponto focal.

6. Invista na massificação de produtos específicos

A massificação consiste na repetição do mesmo produto várias vezes dentro da loja. A ideia é que o consumidor, ao ver o item em diversas ocasiões, se interesse em adquiri-lo.

Essa técnica costuma ser eficaz para os itens com uma alta margem de lucro ou alto giro, já que eles proporcionam mais receita ao lojista. Vale destacar que é possível investir na massificação de três formas diferentes. São elas:

  • repetição do mesmo produto;
  • repetição da mesma cor em produtos diferentes;
  • repetição do mesmo modelo ou estampa.

7. Treine a sua equipe de vendedores

O final do ano é a hora que os vendedores mais esperam. Com o aumento da circulação de clientes, é o momento de garantir comissões mais gordas.

Mas antes de dar início às promoções dessa época, é importante que você se reúna com eles e trace metas individuais — sem se esquecer da qualidade no atendimento!

5 Sinais do que você precisa terceirizar o serviço de limpeza na sua empresa!

É normal que o vendedor queira atender vários consumidores ao mesmo tempo para garantir uma boa gratificação, mas o cliente quer saber de atenção exclusiva. Os vendedores precisam estar atentos para responder a todas as dúvidas do comprador e atendê-lo sem pensar somente na venda, mas também na fidelização, para que ele volte outras vezes à sua loja.

8. Ofereça água e café

Todo mundo conhece a correria do final de ano. As pessoas se desdobram para sair às pressas do trabalho e ir às lojas atrás das compras de Natal. Por isso, não é raro que elas cheguem ao seu estabelecimento com sede e cansadas.

A importância da gestão de faciliteis na sua empresa! Confira a matéria

Tenha um ambiente no qual o seu cliente possa se sentar para descansar, tomar um café ou uma água gelada. Ele vai se sentir mais à vontade para fazer suas compras e isso vai valorizar muito o seu atendimento.

9. Não cometa erros de principiantes

Na hora de organizar uma loja, muitos empresários acabam cometendo pequenos erros que podem comprometer (e muito) a experiência do cliente dentro da loja — o que, consequentemente, atrapalha as vendas.

Pensando nisso, separamos os principais equívocos cometidos por lojistas que estão entrando no mundo do comércio. Conheça-os e fique ligado!

9.1. Oferecer o que não tem

Apesar de parecer uma dica óbvia, muita gente ainda comete esse erro ao montar uma vitrine. Tenha em mente que os produtos em destaque devem ser condizentes com o que há no interior da loja, além de levar em consideração o perfil do público-alvo.

gestão de loja
Lojas de Shopping

De nada adianta expor na vitrine um item caríssimo se o consumidor que frequenta o seu comércio pertencer à classe C ou D, por exemplo. Afinal, atitudes como essa só frustram o comprador, que tende a não voltar mais no estabelecimento.

Também é essencial ter cuidado em não expor produtos que não estejam mais disponíveis no estoque. Só ofereça aquilo que você tem certeza que o cliente vai poder levar para casa.

9.2. Fora das tendências

Uma loja que não acompanha as tendências do seu segmento dificilmente crescerá. Por isso, é muito importante estar sempre atento o que há de mais novo no mercado, além de dar preferência aos fornecedores antenados às novidades.

9.3. Levar em consideração apenas o preço

Obviamente, o preço é importantíssimo para um cliente. Entretanto, além desse fator, a maioria das pessoas também leva em consideração o design, o modelo e a qualidade de um item.

Você sabe quais são as funções básicas de uma secretária?

Assim, ao organizar uma loja, não destaque somente os produtos “baratinhos”. Mostre que, além de um ótimo custo-benefício, a sua loja oferece mercadorias modernas, duradouras e de qualidade.

10. Conheça o seu público-alvo

Nenhuma dessas dicas será eficaz se você não conhecer bem o seu público-alvo. É muito importante que você saiba quem são as pessoas que entram na sua loja, o que elas procuram e como preferem pagar.

Sabendo qual é o seu público-alvo, você consegue definir melhor o tipo de decoração da sua loja, a forma como vai montar a vitrine e quais promoções deve fazer.

Você pode agendar uma limpeza comercial ou uma manutenção preventiva ou manutenção corretiva para a sua empresa ou franquia com a eQ! Entre em contato, agora, temos planos mensais de limpeza ou planos mensais de manutenção preventiva para franquias e empresa.

Veja os benefícios que só os clientes da eQ possuem!

orçamento-de-site-no-ipiranga-1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s